O Mundo em Fatias


Depois da ponte tem um mundo fatiado. Antes da ponte, também.

Na paisagem mais famosa do mundo, diferentes raças e credos andam em paralelo. Linhas paralelas não se encontram, separam universos.

Essa é a capital do mundo vertical. Mundo pontudo e fálico, de silhuetas prontas para invadir. Prédios em forma de mísseis, ângulos de 90 graus, mentes rigidamente atadas a convenções.

Mentes calcificadas se enganam com o tempo.

O tempo tem ponto de fuga. Anda cada vez mais rápido, em progressão geométrica.

O tempo em rede permite que se mude o presente no presente. A horizontalidade do tempo é só uma idéia fixa.

Este mundo existiu primeiro na mente.

Mudar uma só mente é mais fácil do que mudar o mundo inteiro.

É mais realista. É mais possível, e mais honesto.

Ainda dá tempo.

Fotos: @LuMicheletti

Brooklin Bridge, NY agosto / 09.

Anúncios

Rio em lente